Blue Eyes

“A única coisa necessária para a perpetuação do mal,

é que as pessoas boas se omitam”

Jane Elliot

“A professora e socióloga Jane Elliott ganhou um Emmy pelo documentário de 1968 “The Eye of the Storm”, em que aplicou um exercício de discriminação em uma sala de aula da terceira série, baseada na cor dos olhos das crianças.

Hoje aposentada, aplica workshops sobre racismo para adultos. “Olhos Azuis” é a documentação de um desses workshops em que o exercício de discriminação pela cor dos olhos também foi aplicado.

O objetivo do exercício é colocar pessoas de olhos azuis na pele de uma pessoa negra por um dia.

Para isso, ela rotula essas pessoas, baseando-se apenas na cor dos olhos, com todos rótulos negativos usados contra mulheres, pessoas negras, homossexuais, pessoas com deficiências físicas e todas outras que sejam diferentes fisicamente.

Numa palestra com um auditório lotado, ela pergunta: “Se algum branco gostaria de receber o mesmo tratamento dado aos cidadãos negros em nossa sociedade, levante-se. (…) Ninguém se levantou. Isso deixa claro que vocês sabem o que está acontecendo. Vocês não querem isso para vocês. Quero saber por que, então, aceitam isso e permitem que aconteça com os outros.”

Fonte:http://anidabar.wordpress.com/2011/11/05/olhos-azuis-preconceito/

Recebi um link do documentário que segue abaixo, perdido entre a enorme quantidade de lixo que chega a nós diariamente através das redes sociais. Esse documentário contundente dura cerca de 1h30, mas vale a pena “perder” um pouco do seu tempo para assistí-lo. Serão minutos angustiantes e devastadores para qualquer pessoa que tenha a sensibilidade de se colocar no lugar do outro, ou de rever suas próprias atitudes.

Somos carrascos ou vítimas? Somos os dois. 

Algumas das falas de Jane Elliott 

“Amamos o colorido em nossas árvores, mas não queremos o colorido em nossa sociedade.”

“Tive a ideia de fazer esse exercício do olho azul e olho castanho ao saber do que os nazistas fizeram durante o Holocausto… Uma das formas de decidir quem entraria nas câmaras de gás durante o Holocausto era a cor dos olhos.”

“O livro Mengele descreve como ele [o médico nazista] fazia experimentos sem anestesia, em pessoas de todas as idades, entre eles cirurgias para descobrir um modo de mudar a cor dos olhos de castalho para azul… Isso numa das mais civilizadas sociedades do planeta: alguns dos maiores filósofos, todos sabemos, eram alemães.”

“Aquele homem, com aquela inteligência, nos ensina que pessoas inteligentes e com poder podem chegar a matar pessoas também muito inteligentes, mas que não têm poder, por causa de caracteríticas físicas, sobre as quais ninguém tem nenhum controle, ou por uma crença religiosa da qual discordam. É realmente muito assustador. Já aconteceu antes, poderia voltar a acontecer… A não ser que as pessoas leiam livros como este e percebam que ele não era um monstro: era um homem fazendo o que achava certo, e que tinha poder para fazê-lo.”

“Tratamos as pessoas como crianças e elas agem como crianças. É mais fácil controlá-las assim. É o que fazemos com as mulheres neste país todos os dias. Nós as tratamos como crianças, e quando elas agem como crianças dizemos: ‘está agindo assim porque é mulher’.”

“Será que estou exagerando? (…) É possível transformar pessoas inteligentes, brilhantes, engajadas, conscientes, motivadas em pessoas que agem como preguiçosas, indolentes, estúpidas, lentas e desmotivadas. É possível fazer isso em 15 ou 20 minutos. É o que vamos fazer esta manhã.”

“Você tem o direito de perdoar alguém pelo que fez com você, mas não tem o direito de perdoar pelo que fez aos outros. Não tenho o direito de perdoar o que fizeram com meus filhos. Só eles têm.”

Anúncios

Um pensamento sobre “Blue Eyes

  1. Pingback: Feminista & Feminina | Sonhos em Mosaico

Seja você uma parte desse mosaico. Compartilhe suas impressões, sentimentos e opiniões aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s